top of page

Energia de Outono / Feliz Mabon

Atualizado: 23 de set. de 2022

Mabon é o festival da segunda colheita na Wicca. Celebrado no primeiro dia do outono, quando dias e noites são iguais.


Mabon é um festival pagão que celebra o equinócio de outono, celebrado aproximadamente no dia 21 de setembro no Hemisfério Norte e 21 de março no Hemisfério Sul.


Considerado um Sabbat menor, Mabon é o segundo e penúltimo festival da colheita da Roda do Ano, o calendário pagão, e marca a chegada a um ponto de equilíbrio, em que o dia e a noite possuem mesma duração.


A partir de então, a escuridão começa a derrotar a luz do dia, resultando em dias mais frios e curtos.


Há pouca evidência de que este festival foi praticado pelos celtas, pois a palavra Mabon foi incluída por volta dos anos 1970 e faz parte do reconstrucionismo pagão. De acordo com os mitos da Wicca, Mabon é o período em que o princípio masculino da divindade, o Deus representado pelo Sol, está a definhar.


É um momento de equilíbrio, em que a Deusa é vista como a Rainha da Colheita e o Deus morre com o ceifar da colheita.


Em Mabon, é costume colher frutas silvestres para preencher uma cornucópia, um símbolo de abundância associado a este Sabbat. Além disso, é importante refletir sobre o que foi concebido e plantado em Imbolc e Ostara, respectivamente e qual sua relação com a colheita. Mabon é tempo de agradecer pelas coisas que foram colhidas e de observar as mudanças visíveis na natureza ao redor. Por isso, é comum sair para caminhar em parques ou bosques, além de procurar áreas ou projetos que precisam ser completados.




Na nossa cultura o verão está oficialmente encerrado!

Os churrascos, praias cheias, festas de piscina estão terminadas e as crianças regressam à escola.

Os agricultores colheram os tomates e os melões na época alta deles enquanto as alfaces e as folhas verdes emergem nas suas fileiras.


À medida que uma estação passa para a outra também as nossas rotinas de auto-cuidado e das nossas vidas se adaptam à nova estação.



A nossa energia é um reflexo da Natureza


Como herbalistas ou fitoterapeutas aprendemos rápido a importância de reconhecer e acompanhar os ciclos da vida. Os ritmos das funções do nosso corpo, o cultivo e a colheita de medicamentos vegetais, movimentos lunares e outros movimentos planetários e claro, as mudanças de estações.


As estações do ano são fundamentais para muitos sistemas de cura uma vez que a nossa energia e a energia de certas estações podem promover a regeneração ou a inflamação de certas condições sejam elas físicas, mentais ou emocionais.


Somos um organismo complexo e também completo como a Natureza , e por este motivo a calibração do nosso corpo pode ter a chave na energia e medicina natural presente em cada estação do ano.

Dependendo da época do ano, tradições culturais e constituição individual, diferentes tónicos e alimentos medicinais podem ser consumidos para estimular o corpo a fazer aquilo que ele faz melhor...regenerar-se!


Esta abordagem herbalista talvez seja mais notável na medicina Ayurveda e na Medicina Tradicional Chinesa , mas também é um aspecto importante na medicina herbalista ocidental.


Em climas temperados, o início do Outono traz mudanças específicas no ambiente. Conforme os dias ficam mais curtos e as noites maiores, a temperatura fica mais fria, as folhas das árvores caem e as plantas murcham depois de produzir os frutos do verão. Assim a energia contraí e direcciona-se para dentro nutrindo as raízes para que a planta sobreviva. À medida que os dias avançam do Verão para o Outono e , eventualmente, para o Inverno, a quietude e a tranquilidade instalam-se, e estas são as energias de Outono no seu melhor que tanto adoro.


Na medicina tradiconal Chinesa, esta estação marca o início da parte Yin do ano. No Ayurveda, o Vata que se acumula durante o Verão assume controlo no Outono, e vemos isso no carácter fresco e seco da estação.

Como Humanos, que também fazemos parte da Natureza, não somos separados de nenhuma dessas mudanças. Somos afectados pelo clima, pela disponibilidade de alimentos sazonais e a actividade reduzida do ano.




Self-Care de Outono


Quando nos conectamos à Natureza, pudemos utilizar as alterações energéticas para nos equilibrarmos.


O Outono é uma época para nos reunirmos e reflectirmos sobre a colheita das estações mais quentes e nos alimentarmos dela. Estes alimentos são ricos em vitamina D pois foram alimentados pelo sol e sendo a Natureza sábia, ela sabe que é essa vitamina que irá baixar no nosso corpo nos meses mais frios e por isso ser importante consumir as colheitas de verão nesta altura.


É um momento de reflexão e começar a interiorizar enquanto nos preparamos para o resto do ano. Depois de todas as actividades exaustivas do verão é altura de ir mais devagar, cuidar do nosso corpo e de nossas coisas para ter a energia e alimento que necessitamos para passar por um inverno escuro, frio e húmido.


O ambiente mais fresco e seco pode fazer com que a nossa pele fique mais seca e ressequida e o nosso cabelo pode precisar de mais hidratação.

Para cuidados do rosto, aconselho nesta época a alterar os cremes de dia Namasté para pele seca e apostar nos séruns nutritivos ricos em óleos regeneradores , O Happy Life e o Morning Glory assim como para a pele mais desidratada o Queens Head.


Para as pontas ressequidas do cabelo, o nosso sérum Hair Mate rico em óleo de Argão e proteínas irá hidratar em profundidade e proteger os fios de cabelo.


Para hidratação profunda do corpo, as nossas manteigas corporais Morning Love ajudam a regenerar a pele ressequida e manter a hidratação necessária o dia todo.





Não esquecer que a hidratação começa sempre por dentro, assim beber muita água e trocar por óleos vegetais mais saudáveis é uma boa ideia.


Plantas e especiarias são também um grande suporte para ajustar o nosso organismo às estações do ano.

Esta é aquela altura que queres adicionar plantas e quentes à tua dieta como é o caso do gengibre, cardamomo, cominhos, alecrim , canela e mostarda para activar o teu termóstato interior para uma temperatura mais quente.


Uma vez que o verão é uma época de mais abusos alimentares e físicos nesta época surge também as ditas plantas daninhas que são exactamente tudo o que os teus filtros precisam para um detox da época mais festiva.

A urtiga, o dente de leão e as raízes de bardana são óptimos tónicos para limpar o fígado, nutritivos e aquecem o corpo para o Outono. Eles ajudam a combater as alergias sazonais e a trazer imunidade ao teu corpo.


No Outono, as saladas e outros produtos frescos do verão podem ser complementados por sopas quentes, ensopados e adicionadas raízes como é o caso do gengibre e curcuma.


As águas frescas com infusões de frutas podem ser substituídas por infusões de plantas e decocções . Uma infusão é feita quando adicionamos plantas à agua já fervida e deixamos repousar antes de consumir. Decocções são raízes mais densas que adicionamos logo no início com a água até chegar ao ponto de fervura.


Para suporte do sistema imunitário o xarope de bagas de Sabugueiro é um grande aliado nesta época assim como o Chai( Chá de especiarias indiano) para aquecer o corpo.





Desejo a todos um óptimo equinócio de Outono

Com Amor


Joana


360 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page