5 Ervas da cozinha amigas do Inverno


Escondidas em nossas despensas e armários de cozinha , janelas e jardins , plantas aromáticas que nos são tão familiares trazem-nos sabor mas também alivio e cura para certas doenças típicas da estação mais fria. Como todas as ervas , ervas aromáticas também contêm sais minerais , vitaminas e componentes ativos , e quando usadas corretamente e em quantidades apropriadas , podem oferecer opções eficazes e reconfortantes para desconfortos comuns.

Como se aproxima a temporada de gripes ,resfriados e o regresso à escola , saber que ervas usar directamente do armário para o bule, é uma grande ajuda para quem prefere alternativas mais naturais no seu dia-a-dia. Contudo deve sempre consultar o seu médico antes de começar a utilizar ervas.

Frescas ou secas, as nossas cinco melhores ervas de cozinha para o inverno podem ser preparadas separadamente ou em conjunto, como uma infusão.

Ervas secas : Se usar ervas secas , verifique se elas ainda são fortes e saudáveis - compostar ou deitar fora ervas que estão sem cor e odor no armário há muito tempo. Se há uma camada de pó sobre aquele jarro, é hora de dizer adeus! Ervas frescas : O teor de água em ervas frescas significa que uma quantidade maior deve ser utilizada - uma boa técnica é dobrar a quantidade de água se estiver a usar ervas frescas para o chá.

Para poupar tempo, ao invés de fazer cada chávena de chá individualmente , prepare um litro de chá de manhã considerando as quantidades necessárias por litro, e em seguida, beber, conforme necessário durante todo o dia . Todos os valores abaixo referem-se a porções para adultos.

Sálvia – Salvia officinalis – Folha

Sálvia , do Salvere Latina (para salvar) foi em tempos antigos considerada sagrada.

As suas propriedades poderosas inspiraram muito folclore com um manuscrito medieval de medicina que proclama “CUR MORIATUR HOMO CUI SALVIA CRESCIT IN HORTO? “, "porque um homem deve morrer se cresce sálvia em seu jardim?"

Exageros de lado, a Sálvia é rica em óleos essenciais, e é antioxidante, adstringente, anti-inflamatória, anti-microbiana e anti-catarral (ajuda a remover o excesso de muco do corpo).

Herbalistas usam as propriedades da sálvia no tratamento de bocas e gargantas irritadas e doloridas, especialmente em condições onde o fluido e muco são excessivos.

Uma infusão de sálvia pode ser usada para gargejar e como elixir bocal para aliviar a inflamação.

Preparação: Use 1/2 colheres de chá de sálvia secas (3 colheres de chá frescas) por chávena de água quente

Alecrim – Rosmarinus officinalis – Folha

Rosmaninho, o belo "orvalho do mar"!

Perfumado e da família da menta juntamente com os ramos do pinheiro, foram as plantas que adornaram a deusa Afrodite quando ela emergiu do mar.

Também está associado com a Virgem Maria. A afinidade do alecrim/Rosmaninho com o feminino, é visto na crença medieval de que o alecrim se crescesse num quintal significava que uma mulher governava a capoeira naquela casa.

O Rosmaninho é antimicrobiano, anti-séptico, antiviral, antifúngica, antibacteriano, adstringente, carminativo, diaforético, hepato preventivo, nervino, antioxidante, amargo, e estimulante circulatório!

Herbalistas usam em ações dispersivas para gripes, resfriados, infecções respiratórias e dores de garganta. O Rosmaninho tem sido associado com melhorias na memória.

Na verdade, vários estudos sobre a capacidade do alecrim para melhorar a memória confirmaram o que os herbalistas sempre souberam, e em 2013, na Universidade de Northumbria uma pesquisa revelou que a memória pode ser melhorada, bem como o desempenho em aritmética mental se apenas cheirar o perfume do alecrim . Durante a gravidez use apenas valores culinários .

Preparação: Use 1-2 colheres de chá de alecrim seco (2-4 colheres de chá fresco) por chávena de água quente.

Alho – Allium sativum – Raiz

Usado há pelo menos 5.000 anos como alimento e remédio, o alho conhecido como "A rosa mal cheirosa," acreditava-se que pelo seu odor e pungência afastava os maus espíritos, lobisomens, vampiros, e tigres famintos, e as cabeças de alho foram mesmo usadas ​​como moeda no Egito antigo.

Nos dias de hoje, suas qualidades medicinais são incontestáveis. Um estimulante do sistema imunológico, um diaforético, expectorante e antimicrobiano.

Os dentes de alho são usados para tratar problemas respiratórios nos meses de inverno. A ação anti-inflamatória do alho pode aliviar alguns dos desconfortos da constipação, bem como encurtar sua duração, estimulando o sistema imunológico, o desbaste do muco nasal, e eliminar a febre. O alho reduz o dano vascular, reduz a pressão arterial e dilata as artérias periféricas.

Aqueles que têm sensibilidade gastrointestinal ou úlceras podem achar que o alho agrava a sua condição. Evite grandes quantidades durante a gravidez, pós-parto e amamentação. Também deve ser evitado se estiver a tomar diluentes de sangue ou antibióticos. Evite se for alérgico a alliums.

Preparação: esmagar ou cortar os dentes e deixe descansar por 10 minutos antes de tomar. Para reter propriedades curativas do alho não deve ser aquecido a uma temperatura muito alta ou por muito tempo. Espalhe sobre torradas ou adicione ao chá.

Gengibre – Zingiber officinale – Rizoma

Esta rizoma tropical , provoca alguma dormência na língua e têm um sabor bastante forte. Para além de uso culinário, o gengibre é conhecido pelas suas propriedades medicinais exploradas à muitos anos pela medicina tradicional chinesa e indiana, assim como usado pelos antigos romanos, gregos e tradições árabes.

O gengibre fresco e seco é utilizado de maneira diferente nas antigas tradições chinesas e indianas: Gengibre fresco é utilizado para resolver secura e "calor" e o gengibre seco para o frio e humidade.

Frequentemente utilizado para reduzir náuseas e enjôos matinais, o gengibre também ajuda na gripe, circulação, sistema reprodutivo, e como um anti-inflamatório geral.

Herbalistas usam o gengibre como anti-microbial e na redução de mucosa fina, bem como na acção diaforética e para ajudar o corpo a combater a gripe ou resfriado.

Preparação: 2-3 fatias de gengibre para uma chávena de água quente, ou 1 colher de chá de gengibre em pó em um copo de água quente.

Tomilho – Thymus vulgaris – Folha

Outra planta mediterrânea da família da hortelã, o Tomilho pensa-se que em tempos foi usada como incenso sagrado. "Tomilho" do francês antigo thym, do latin thymum e do grego thumon significa " fazer uma oferta queimada." Constituintes do óleo volátil de tomilho (especialmente timol) são antimicrobianos contra diferentes tipos de bactérias, incluindo infecções pulmonares severas. Deve ser usado para tratamento em "mucosas" e condições respiratórias com tosse com expectoração(em vez de tosse seca). Devido às qualidades de antimicrobiana, antiviral, expectorante e anticatarro, o tomilho é escolhido​​por herbalistas para resolver gripes e resfriados, bem como outras infecções do trato respiratório inferior e superior. Foi provado que com apenas uma concentração de um por cento de óleo essencial de tomilho é possível descontaminar uma alface inoculada e reduzir o número de bactérias. Evite quantidades medicinais na gravidez. Preparação: Use 1/2 colheres de chá (3 colheres de chá frescas) por chávena de água quente, e beba 1 a 4 chávenas por dia.


239 visualizações

NATURAL

VEGANO

SUSTENTÁVEL 

ARTESANAL

CRUELTY-FREE

Encontra as nossas Senas nas lojas de Portugal

Fica a par das novidades e das promoções Sente Senas!
Recebe noticias sobre promoções, workshops e receitas de cosmética natural. 

2019 Sente Senas