5 Ervas da cozinha amigas do Inverno


Escondidas em nossas despensas e armários de cozinha , janelas e jardins , plantas aromáticas que nos são tão familiares trazem-nos sabor mas também alivio e cura para certas doenças típicas da estação mais fria. Como todas as ervas , ervas aromáticas também contêm sais minerais , vitaminas e componentes ativos , e quando usadas corretamente e em quantidades apropriadas , podem oferecer opções eficazes e reconfortantes para desconfortos comuns.

Como se aproxima a temporada de gripes ,resfriados e o regresso à escola , saber que ervas usar directamente do armário para o bule, é uma grande ajuda para quem prefere alternativas mais naturais no seu dia-a-dia. Contudo deve sempre consultar o seu médico antes de começar a utilizar ervas.

Frescas ou secas, as nossas cinco melhores ervas de cozinha para o inverno podem ser preparadas separadamente ou em conjunto, como uma infusão.

Ervas secas : Se usar ervas secas , verifique se elas ainda são fortes e saudáveis - compostar ou deitar fora ervas que estão sem cor e odor no armário há muito tempo. Se há uma camada de pó sobre aquele jarro, é hora de dizer adeus! Ervas frescas : O teor de água em ervas frescas significa que uma quantidade maior deve ser utilizada - uma boa técnica é dobrar a quantidade de água se estiver a usar ervas frescas para o chá.

Para poupar tempo, ao invés de fazer cada chávena de chá individualmente , prepare um litro de chá de manhã considerando as quantidades necessárias por litro, e em seguida, beber, conforme necessário durante todo o dia . Todos os valores abaixo referem-se a porções para adultos.

Sálvia – Salvia officinalis – Folha

Sálvia , do Salvere Latina (para salvar) foi em tempos antigos considerada sagrada.

As suas propriedades poderosas inspiraram muito folclore com um manuscrito medieval de medicina que proclama “CUR MORIATUR HOMO CUI SALVIA CRESCIT IN HORTO? “, "porque um homem deve morrer se cresce sálvia em seu jardim?"

Exageros de lado, a Sálvia é rica em óleos essenciais, e é antioxidante, adstringente, anti-inflamatória, anti-microbiana e anti-catarral (ajuda a remover o excesso de muco do corpo).

Herbalistas usam as propriedades da sálvia no tratamento de bocas e gargantas irritadas e doloridas, especialmente em condições onde o fluido e muco são excessivos.

Uma infusão de sálvia pode ser usada para gargejar e como elixir bocal para aliviar a inflamação.

Preparação: Use 1/2 colheres de chá de sálvia secas (3 colheres de chá frescas) por chávena de água quente

Alecrim – Rosmarinus officinalis – Folha

Rosmaninho, o belo "orvalho do mar"!

Perfumado e da família da menta juntamente com os ramos do pinheiro, foram as plantas que adornaram a deusa Afrodite quando ela emergiu do mar.

Também está associado com a Virgem Maria. A afinidade do alecrim/Rosmaninho com o feminino, é visto na crença medieval de que o alecrim se crescesse num quintal significava que uma mulher governava a capoeira naquela casa.

O Rosmaninho é antimicrobiano, anti-séptico, antiviral, antifúngica, antibacteriano, adstringente, carminativo, diaforético, hepato preventivo, nervino, antioxidante, amargo, e estimulante circulatório!